sábado, 22 de janeiro de 2011

Um pouco das Coisas de Alice

Olá pessoal!!

Hoje senti uma necessidade de escrever um pouco mais sobre o atelier, o que é e a que veio o Coisas de Alice, esse post é mais para responder algumas perguntas e curiosidades que sempre surgem nos nossos bate papos. E é com muito carinho e orgulho, que vou escrever.

Bom, vamos lá:

1 Sempre me perguntam o por quê do nome Coisas de Alice?

O nome é em homenagem a minha filhota que completou 1 aninho no último dia 29 de dezembro. A idéia é que essas coisinhas farão parte da vida da minha pequena, primeiro olfativamente, e mais tarde, palativamente...rsrsrs. No mundo da minha Alice a casa é empreguinada pelo aroma de chocolate e baunilha...mágico, não?!
A Alice mudou minha vida de bilhões de formas diferentes, inclusive minha vida profissional...eu sabia que mudaria, mas não desta forma. No meu mundo lúdico sempre me imaginei largando tudo para focar na minha pequena...mas inquieta como sou, não aguentei nem dois meses.

Não que o dia de uma mãe não seja cheio (eles as vezes parecem intermináveis), mas eu sentia que podia e deveria fazer mais. E foi então que voltei a olhar para uma carreira que comecei apenas para relaxar (e isso faz tempo!) e o que era um passatempo passou a ser um negócio. Negócio que valorizo por me trazer felicidade.

Minha Alice caricaturada...rsrs.


2  Mas aonde vocês querem chegar?

Pois é, minha resposta sempre surpreende as pessoa. Não temos grandes ambições, não quero ser gigante e ter "n" franquias, quero conservar os doces da forma mais artesanal possível, quero ser reconhecida pela qualidade, pelo sabor, pela magia. Mas como gosto de um desafio, se pedirem 5000 docinhos, eu vou fazer...rsrsrs.

Gosto de sentar para conversar com quem nos procura e trocar mil idéias, criar sabores, palpitar sobre cores, louças, músicas, enfim, aqui não fechamos apenas pedidos de doces, fechamos parceiros, companheiros, e é disso que eu gosto.


3 Vocês vão abrir loja?

Não, não está nos nossos planos.  Mas digo que já pensei, e depois de avaliar bem, vimos que abrir uma loja fugiria completamente do objetivo do atelier...que sempre foi o de existir sem prejudicar meu tempo com minha família. Eu queria fazer algo mais, mas sem deixar de dar atenção para Alice.

E nesse caminho descobrimos que adoramos eventos, toda a sua organização e motivo de ser, explorar ao máximo até onde ele pode chegar, e deixar as pessoas simplesmente encantadas. Muito bom! Gosto de dar um toque íntimo nas minhas encomendas e em uma loja talvez isso seja difícil.

4  Por que você não sabe os valores do que tem no cardápio?

Essa pergunta sempre me fazem com um certo ar de indignação...mas é verdade, eu não sei exatamente nenhum valor do cardápio. Não sei e não quero saber!! Já escrevi sobre isso aqui.

Não quero correr o risco dos $$ quebrarem o clima da cozinha, sabe, pensar que tal receita não dá um lucro bom... dane-se (desculpem!), se eu gosto vou continuar fazendo, se me divirto quando faço, vou continuar  fazendo. Meu objetivo não é enriquecer...e nem falir, é apenas ser feliz. Sei que isso parece um bocado bobo, mas é assim que sentimos.

Então pessoal, quando me perguntarem por valores e eu ficar com aquela cara de paisagem, não levem a mal, não é desorganização e nem sou besta, vou passar a pergunta para o meu maridão e ele vai continuar a dar toda atenção e carinho que dou, sem tirar nem pôr. O Marcio também é apaixonado pelas Coisas de Alice...rsrsrs.


Acho que é isso!

Amo cozinhar, desde doces a pratos mais elaborados. Adorava chegar em casa depois de um dia estressante e me enfiar na cozinha para preparar a janta...como me relaxava. Quando era pequena ficava no chão da cozinha vendo minha mãe cozinhar. Pegava um pouco de cada ingrediente que ela usava e fazia o meu prato, nas minhas panelas de plástico...saía cada coisa impossível de se comer...rsrsrs.

Não aprendi a fazer brigadeiros com minha avó (um dos poucos doces que ela não sabe fazer, aprendi a fazer muitas tortas, bolos e mousses)...nem com minha mãe (péssima na cozinha!), nem em cursos no exterior, aprendi outras muitas coisas.
Os  brigadeiros realmente são nossos!!
Aprendi pegando o livro de receitas da família e me arriscando, era louca por brigadeiros nas  festinhas dos amigos, aliás, que criança não é?!
Brigadeiro é doce único, com sabor de infância.


Ufá, falei muito...e espero que gostem.

Bjss

2 comentários:

  1. Oi, Nessa
    Estou passando aqui pela primeira vez e tenho para te dizer que adorei o seu Blog e como me identifiquei com o que você escreveu... É muito engraçado porque sempre me deparo com pessoas que querem revender as minhas coisas ou não entendem porque não ter loja? Você colocou tudo de uma maneira perfeita!! Parabéns!!
    Beijinhos, Simony

    ResponderExcluir
  2. Que linda tua história! Gosto muito de passear por aqui e amei conhecer um pouco mais sobre você =D
    bjs
    http://www.larfamiliaecia.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar!!