segunda-feira, 28 de novembro de 2011

A Onda do Brigadeiro

Olá pessoal!

De  um tempo pra cá a onda do brigadeiro gourmet dominou os paladares, dos mais simples aos mais sofisticados. Hoje em dia, se você digitar no google a palavra brigadeiro, só dá brigadeiro gourmet, a página fica repleta de fotos tentadoras e lindas, das mais diversas grifes especializadas no docinho. Eu estou amando essa onda, até porque é o carro chefe do atelier, que eu amo fazer e amo comer...rsrs.

Bandeja de brigadeiros da Maria Brigadeiro.

Para você talvéz essa onda seja novidade, mas não é bem assim.A história começou em 2008, com a jornalista Juliana Motter, do Atelier Maria Brigadeiro, que abriu as portas deste mundo doce e novo. Ela deu nova cara ao docinho mais tradicional do país e o elevou a categoria gourmet,usando ingredientes antes usados apenas em doces considerados mais refinados. E de repente, todas as pessoas foram consumidas por uma paixão pelo bendito doce (eu sou uma!), que mostrou que podia ficar ainda melhor do que já era.

Em São Paulo o grande "boom" foi em 2009/2010, com a abertura das lojas da Brigadeira e da Maria Brigadeiro. Depois daí o negocio proliferou como sementes num chão fértil e para qualquer lugar que você vá, do Oiapoque ao Chui, tem algum estabelecimento especializado na iguaria. Sorte nossa...rsrsrs.

Confesso que prefiro o trabalho personalizadíssimo da Maria Brigadeiro,o lugar é um charme, os docinhos são cuidadosamente boleados...e quem conhece o nosso trabalho sabe o quanto dou valor a aparência do docinho, para mim,por mais artesanal que seja,o tamanho tem que ser o mais parecido possível e o danado tem que ser redondo!

Loja da Brigaderia - SP.


Mas o que é o brigadeiro gourmet?

A receita continua a mesma simplérrima de sempre, mas o que muda é a qualidade dos ingredientes usados. O chocolate tem que ser top (por favor, nada de gosto de gordura né pessoal?!), a manteiga especialíssima, com alto teor de gordura (usa-se o mínimo!), o melhor leite condensado que existir (aqui uma dica é ver a cor dele, nada de amarelão, tem que ser uma cor creme clarinho!) e ingredientes adicionais que combinem com chocolate e que também sejam MUITO bem selecionados, senão vai tudo para o lixo.

Já me perguntaram se dá para fazer um brigadeiro gourmet nacional, e sempre digo que até dá, o grande poblema é qual granulado usar, já que é bem dificil encontrar um granulado nacional que não tenha gosto de gordura hidrogenada.

Nossos brigadeiros por Carol Bustorff.

Enfim, vale soltar a criatívidade e se divertir!

Aqui no atelier só usamos chocolate e manteiga importados, o que para mim, dá o toque especial e bem diferente do que normalmente é comercializado. Eu amo brigadeiro com gosto de infância (rarísismos hoje em dia.), mas aqui não cabe comparação, uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa...rsrs. Não adianta se atrever a comprar um brigadeiro gourmet, que custa de R$2,50 a R$5,00 nas lojas especializadas e ficar indignado com o valor porque por R$3,00 dá para comprar um brigadeirão na padaria.

Só posso dizer que, para mim, vale muito a pena, se o brigadeiro é bom eu compro, seja na padaria, seja na lanchonete, seja em uma loja especializada, só que eu sei o que estou comendo...e ADORO! :)

Minha dica é sempre experimentar, de todas as marcas, de todos os sabores e lógico, faça um que seja a sua cara, ao seu gosto...vai ver como fica melhor do que qualquer um que já tenha comido!

Bjksss e vamos brigadeirando a vida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar!!